entre 2019 e 2020, a humanidade parou. coincidentemente, eu já estava parado.

uma hemorragia tronco-encefálica me tirou a mobilidade. e quando o planeta inteiro parou, eu já estava paralisado.

tanto tempo deitado foi bom pra pensar. (foi bom pra dormir também.)

a mudança que eu precisava vivia seu período de incubação.

meu trabalho, que vinha sendo motivo de conflito, foi ressignificado.

a publicidade pode ser uma potente arma. pode ser veneno e pode ser antídoto. quero usá-la mais como escudo, menos como arma. sempre como antídoto e não mais envenenar o planeta.

hoje, trabalho para promover pessoas e ideias afins a este propósito.

por isso, transformei meu blog, o soulbeta, em agência de publicidade.

é a publicidade da nova era. (sim, tenho essa pretensão.)

me digo agência mas, na verdade, sou só um Hub, conectado a profissionais de primeira .

tenho a redação publicitária como ofício, mas tive a felicidade de trabalhar em diferentes partes da máquina publicitária:

produção gráfica, rtv, atendimento e, por fim, a área de criação, como redator, sempre em dupla com exímios diretores de arte e seus auxiliares.

tive o azar de trabalhar como cliente de agências também. foi no departamento de marketing de uma editora B2B e de uma farmacêutica que tive essa experiência catastrófica.

o ambiente corporativo só não gera em mim mais aversão que o ambiente político brasileiro - que eu também tiver o azar de conhecer as entranhas.

conheci os corredores do planalto como uma criança na mansão daquela tia distante.

trabalhei com marketing político e marketing eleitoral (se você não sabe a diferença, sorte sua).

em meio a tantos azares e acasos, tive a sorte de me tornar o profissional que sou hoje. um cara de intuição aguçada e calos invisíveis.

hoje, entendo que propaganda não pode ser alma de nada.

que uma cura para o câncer é deixar de ser um.

que tempo é tempo e dinheiro é dinheiro.

que ter muito vale cada vez menos.

que ver valor no que se faz é o novo sucesso.

e que aceitar as mudanças é manter-se beta.

é usar o que se aprende para aprender mais.

é a atividade de se criar.

é saber que mudar é preciso e faz parte.

é criatividade no estado da arte.

soulbeta.
até ontem era isso.

Ler e ouvir, gosto muito.

Pode escrever que sou todo ouvidos.

SoulBeta Por Horiz 1.png