Uma mensagem para Silvia.

October 24, 2017

Numa dessas correntes de whatsapp, chegou para mim um pedido de ajuda vindo de uma moça chamada Silvia, proprietária de um restaurante na Chapada dos Veadeiros. Silvia pede ajuda para combater um incêndio que já destruiu (até a escrita deste texto) mais de 20% das áreas de preservação.

 

Na mensagem, ela diz que os incêndios criminosos que vêm acontecendo por lá podem ser, também, fruto do interesse de ruralistas que exploram a região sem muito senso de responsabilidade ambiental. Pelo que li (e nem precisava ter lido pra deduzir disso), existe sempre a chance de que um incêndio criminoso seja para, além de outras finalidades, abrir novas pastagens. 

 

Silvia supõe que o governo não age mais energicamente em relação aos incêndios porque a bancada ruralista no congresso é muito forte e comanda tudo por lá. Segundo ela, os incêndios detonam a região em vários sentidos, não só no aspecto ambiental. A economia, o turismo, a qualidade do ar, tudo fica seco e sem vida.

 

Eu deixo aqui o meu apoio e solidariedade à Silvia e a todos os que estão passando por esse momento díficil na Chapada. Compartilhei sua mensagen e espero que tudo fique bem logo.

 

Junto com a minha solidariedade, deixo também um recado à Silvia. Eu sugeriria que ela pedisse outro tipo de auxílio além destes que ela já está pedindo.

 

Silvia, em sua mensagem você diz que o Brasil e o mundo precisam saber o que está acontecendo na Chapada dos Veadeiros. Concordo, mas permita-me fazer um adendo ao seu apelo para que ele se torne uma solução para apagar incêndios, também, no longo prazo. Uma solução que pode diminuir o número de incêndios criminosos que podem estar por vir.

 

O Brasil está entre os maiores consumidores e exportadores de carne do mundo, Silvia. E é só por isso que a bancada ruralista tem tanto poder no congresso. É por isso que muitos incêndios e desmatamentos ainda são praticados - para que se abra mais espaço para alimentar gado.

 

A bancada ruralista só tem poder porque existe a demanda sobre a pecuária, no Brasil e no mundo. Se o consumo de carne reduz, as áreas devastadas para alimentar gado também reduzem (ou pelo menos param de crescer).

 

Assim, provavelmente, seu restaurante e os negócios dos seus vizinhos da Chapada tenderiam a sofrer menos com os riscos de incêndio, intoxicacão por fumaça e a perda de turistas que você se queixa na mensagem.

 

Quando paramos de alimentar a indústria da morte – ou da carne, como queira – a vida floresce mais bonita em todos os sentidos. Posso dizer isso por experiência própria. 

 

A área de preservação do Parque Nacional da Chapada dos Veadeiros foi expandido em 2017 e, teoricamente, deveria estar mais protegido. Mas, como você mesma disse na mensagem, vocês estão no cerrado, no meio do estado de Goiás, onde a bancada ruralista manda e desmanda. Eles precisam alimentar gado, Silvia. Lembre-se disso.

 

Eu sugeriria que você complementasse a sua campanha pedindo para que o Brasil e o mundo reduzam o consumo de carne. O mundo compra a carne brasileira - que é ambientalmente barata: a nossa carne não vem com o custo ambiental embutido; esse custo que você vê sendo cobrado aí, na Chapada, em forma de incêndio.

 

Eu sugeriria, também, que você criasse opções vegetarianas ou veganas no cardápio do seu restaurante e explicasse aos clientes o porquê desta ação. O consumo de carne está criando um colapso ambiental no mundo, não é sustentável e o tempo para reverter o impacto já está bastante curto, dizem.

 

Se você já tiver essas opções disponíveis no cardápio, parabéns. Sugiro que propague mais isso. Até McDonald's já está testando hamburguer vegano lá na Finlândia. Tem gente que ainda acha que eles só querem criar mais opções no cardápio para agradar os clientes. Na verdade, eles já entenderam que essa é uma demanda crescente. Reduzir o consumo de carne é uma necessidade.

 

Ensine seus clientes sobre a importância da redução do consumo de carne no mundo. Mostre a eles o impacto que isso pode ter na vida da Chapada, do Cerrado, da Amazônia. Vai pegar bem para a sua marca e você ainda vai fazer o bem.

 

Mostre a eles que vegetarianos e veganos não são radicais extremistas, são apenas pessoas conscientes que resolveram adotar um estilo de vida com mais compaixão, com mais respeito a outros seres vivos, ao planeta e para que ações criminosas como esta (caso ela realmente seja fruto de um incêndio criminoso, como você suspeita) parem de acontecer.

 

A conta é simples, Silvia. Se a gente reduzir o consumo de carne, os pecuaristas vão deixando de ter poder, os incêndios e desmatamentos criminosos vão começar a diminiuir e animais não vão sofrer ou precisar fugir de seu habitat natural.

 

Se não focarmos nas reais causas do fogo, apagar incêndios como estes não será nada mais do que enxugar gelo.

 

Desejo que tudo fique bem na Chapada o mais rápido possível.

 

Um abraço!

 

Foto: Henry Be.

 

 

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

Recent Posts

October 3, 2017

July 21, 2017

Please reload